Como escolher um Dentista? Confira 5 dicas

20/06/2022

Você sabe como escolher um Dentista de confiança para fazer Tratamentos Odontológicos? Essa é uma decisão muito importante porque o trabalho do profissional influencia de forma direta os resultados dos procedimentos.

É essencial que o Dentista tenha uma boa experiência e que a Clínica disponibilize para ele uma estrutura completa para que possa oferecer tratamentos mais modernos e confortáveis. Pensando nisso, preparamos este artigo para ajudar você a tomar uma boa decisão.

Continue lendo e veja o que deve ser considerado para escolher um bom Dentista e uma Clínica bem estruturada. Veja também quais sinais indicam que já é hora de procurar esse especialista.

Quais sinais indicam que é o momento de procurar um Dentista?

Antes de falarmos sobre os aspectos que você deve verificar para saber como escolher um Dentista, é importante entender quando é necessário consultar esse profissional. Para isso, basta verificar a ocorrência de alguns sintomas. Confira a seguir quais são as principais manifestações que ocorrem quando uma doença bucal está em curso.

Manchas ou pontos escuros nos dentes

A formação de manchas nos dentes pode indicar alterações na sua composição mineral ou podem ser indícios de uma higienização ineficiente. Os pontos escuros geralmente costumam indicar cárie, por isso, precisam da investigação do Dentista para verificar a necessidade de tratamento.

Dor de dente

A dor de dente pode estar associada a uma série de problemas bucais, como sensibilidade, cárie, pulpite, problemas ortodônticos, bruxismo e até mesmo alguma complicação com os nervos. Por isso, também é um quadro que exige a consulta com um bom Dentista.

Sangramento na gengiva

O sangramento na gengiva costuma acontecer por causa da gengivite, processo inflamatório que acomete esse tecido. Mas ela também pode ser uma condição um pouco mais séria, a periodontite. Nesse caso, geralmente se trata de uma gengivite que não foi devidamente tratada e evoluiu para essa complicação. Exige tratamento imediato porque pode causar a perda de dente.

Mau hálito frequente

Não é normal uma pessoa ter mau hálito de forma frequente. O mau odor na boca é natural apenas pela manhã ou pode acontecer por causa de algum alimento mais forte que ingerimos, mas é uma condição passageira. 

Quando o mau hálito não cessa, é preciso que seja investigado por um Dentista porque pode ser sinal, por exemplo, de gengivite, periodontite, ou outras doenças bucais.   

Sensibilidade

A sensibilidade se caracteriza por uma dor intensa e aguda que atinge o dente quando ele sofre um choque térmico, como ao bebermos ou comermos algo gelado ou muito quente.

O dente pode ficar mais sensível quando ele sofre uma perda mineral ou quando há retração na gengiva. Essas duas condições precisam de tratamento porque deixam partes do dente que são mais delicadas expostas.

Dor na mandíbula ou no rosto

Nem todo mundo sabe, mas a dor no rosto, na mandíbula e até mesmo a dor de cabeça podem indicar problemas nos dentes. Esses sintomas acontecem, por exemplo, por causa de alterações ortodônticas, mas elas são corrigidas com o uso do Aparelho e outras intervenções.

Como escolher um Dentista de confiança?

A presença de sintomas indica para a pessoa que ela precisa consultar um Dentista com urgência porque pode estar com algum problema bucal em curso. Porém, o ideal não é esperar os sintomas aparecerem para passar por uma consulta.

Na verdade, é recomendado que a cada 6 meses seja feito um acompanhamento de rotina, ainda que não haja qualquer desconforto. Dessa forma o Dentista pode verificar os primeiros sinais de um possível problema bucal para intervir antes que ele se manifeste ou se agrave.

É por isso que você precisa saber como escolher um Dentista, para que possa manter o seu acompanhamento em dia. Veja as dicas que nós separamos para que consiga tomar uma boa decisão e se tratar com um excelente especialista em uma Clínica de confiança.

1. Pesquise a reputação da Clínica e do profissional

A internet e as redes sociais são grandes aliadas na hora de fazer pesquisas sobre profissionais também. Então, verifique quais são os Dentistas mais bem avaliados em sua cidade ou região. Veja se a reputação dele e da Clínica são boas e as notas que receberam de outros pacientes. Assim poderá se consultar com total tranquilidade.

2. Confira a estrutura da Clínica

Não tem como escolher um Dentista sem verificar o local onde ele trabalha, afinal, de nada adianta ser um excelente especialista se não tiver à sua disposição uma boa estrutura para trabalhar.

Então, procure verificar, também na internet ou fazendo uma visita à Clínica, como são as dependências dela, a organização do espaço, o cuidado com a limpeza, a higiene, entre outros detalhes.

3. Verifique a especialização do Dentista

Não se esqueça de que o Dentista precisa ter especializações para realizar determinados tratamentos. Para colocar Aparelho, por exemplo, ele precisa ser especializado em Ortodontia; para fazer implantes, em implantodontia; para atender crianças, é interessante que seja um odontopediatra, e assim por diante.

Então, se você precisar de um tratamento mais específico, veja se o profissional está capacitado para isso. Afinal, na hora de consultar um médico para tratar o estômago não vamos ao cardiologista, certo?

4. Analise os investimentos em tecnologia

A Odontologia evoluiu muito nos últimos anos. Surgiram instrumentais e equipamentos mais modernos, assim como novos materiais e técnicas. Portanto, procure analisar se a Clínica investe em tecnologia para que você tenha acesso a tratamentos atualizados, que vão garantir resultados funcionais e estéticos superiores e o seu conforto durante o procedimento.

5. Peça indicações 

Se você não souber como escolher um Dentista, ou não tiver qualquer referência de bons especialistas, também vale pedir indicações para outras pessoas. Converse com familiares e amigos que já fizeram Tratamentos Odontológicos para que eles possam indicar bons profissionais.

Se ninguém souber como dar essa informação, você pode pedir indicações para outros profissionais. Caso esteja em busca de uma Clínica para fazer um Tratamento Ortodôntico, por exemplo, pode conversar com o Dentista clínico geral e pedir para que ele recomende um lugar de confiança.

Saber como escolher um bom Dentista é fundamental para que você tenha mais satisfação com o atendimento e os resultados alcançados. Essa escolha também influencia na confiança e na segurança na hora de fazer os tratamentos, pois a postura do Dentista faz toda a diferença para minimizar a ansiedade e até mesmo o medo que muita gente sente. Por isso, prefira Clínicas renomadas e profissionais experientes. 

Essas dicas foram úteis para você? Então assine a nossa newsletter. Assim podemos compartilhar conteúdos e informações diretamente no seu e-mail!

Agende Sua Avaliação

E comece seu tratamento agora mesmo.

AGENDAMENTO ONLINE

DEIXE SEU TELEFONEQUE LIGAMOS PRA VOCÊ.

NOTÍCIAS SOBRE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.