Como saber se preciso usar Aparelho? Entenda

05/05/2022

Em quais casos os dentes desalinhados representam um risco para saúde bucal? Como saber se preciso usar Aparelho ou se não há necessidade? Essas são algumas dúvidas que as pessoas costumam ter a respeito dos tratamentos com Aparelho Ortodôntico, e saber a resposta para elas é muito importante para cuidar bem do Sorriso.

Fazer o tratamento de problemas Ortodônticos é indispensável para que eles não tragam problemas maiores para a saúde bucal e a qualidade de vida. Afinal, dentes desalinhados e alterações na mordida podem comprometer de forma significativa a funcionalidade da dentição.

Além disso, corrigir a posição dos dentes faz toda a diferença para elevar a autoestima e trazer mais confiança. Pensando em tudo isso, preparamos este artigo para mostrar alguns sinais que podem indicar a necessidade de usar Aparelho. Continue lendo!

Quando é necessário usar Aparelho?

Muitas vezes, observando os dentes pelo espelho, as pessoas acabam se perguntando: como saber se preciso usar Aparelho ou não? Essa dúvida acontece por causa de alguns motivos, por exemplo, não ter certeza se as imperfeições podem trazer algum tipo de prejuízo para a saúde bucal.

Também acontece porque existem casos em que o Aparelho Ortodôntico sozinho não trata, logo, a melhor forma de ter certeza é procurando um Ortodontista. Somente o especialista é que pode fazer uma Avaliação minuciosa de cada paciente para verificar se existe ou não a indicação do Aparelho Ortodôntico e de como esse tratamento deve ser feito.

De toda forma, há alguns sinais que podem ser um indicativo da necessidade de usar o dispositivo Ortodôntico. A própria pessoa pode observá-los para buscar a ajuda do especialista. Se você também fica se perguntando “como saber se preciso usar Aparelho”, veja a seguir algumas características e fatores que devem ser observados.

Desalinhamento dos dentes

Os desalinhamentos dentários são o sintoma clássico da necessidade de fazer um tratamento ortodôntico. Os dentes não ficam alinhados nas arcadas, mas nascem cada qual em uma posição. Alguns ficam apinhados, outros muito acima na gengiva, também há aqueles que nascem com giros, entre outras imperfeições que geram assimetria.

Mau encaixe das arcadas dentárias

As arcadas dentárias, superior e inferior, precisam se encaixar do jeito certo para garantir uma boa mastigação, não atrapalhar a respiração nem a articulação dos sons da fala. O ideal é que os dentes superiores da frente cubram parcialmente os dentes inferiores, e que os molares (dentes de trás) se encontrem cada qual com seu oposto.

Existem casos em que há alterações na mordida, ou seja, as arcadas não se encaixam dessa forma. Pode ser que a inferior esteja muito projetada para fora ou para dentro, e também acontece a situação inversa, de a arcada superior se projetar muito para fora, entre outros desalinhamentos.

Eles podem estar relacionados apenas com os dentes, ou também terem relação com a estrutura óssea da pessoa. Daí a importância de procurar um bom especialista para fazer uma Avaliação completa.

Diferenças de tamanho entre mandíbula e maxila

Esse caso é muito parecido com o anterior. A mandíbula e a maxila (arcada inferior e superior) precisam ter tamanhos proporcionais para garantir um bom encaixe da mordida.

Se uma ou outra for muito pequena ou muito grande haverá uma sobrecarga das estruturas faciais, portanto, é um problema que precisa de tratamento, o que muitas vezes vai além do uso do Aparelho Ortodôntico.

Dor de cabeça frequente

Existem casos em que a dor de cabeça pode ser provocada por uma sobrecarga na articulação temporomandibular, a responsável por possibilitar os movimentos da boca.

Quando os dentes estão desalinhados, ou existe o mau encaixe da arcada dentária, essa articulação trabalha de uma forma inadequada. Isso pode provocar desconfortos e, ao longo do tempo, desgastes, fatores que geram a cefaleia.

Dor na face

A dor na face também pode ser provocada pelo funcionamento inadequado da articulação temporomandibular. Além disso, os problemas ou dificuldades para mastigar devido ao mau encaixe da dentição podem forçar a musculatura e causar esse tipo de desconforto.

Respiração bucal

A proporção dos ossos da face, sua posição e o posicionamento dos dentes afetam o modo como a boca é mantida em repouso. 

Por isso, pessoas que apresentam problemas Ortodônticos podem apresentar também a respiração bucal. Para elas, é mais confortável manter a boca semiaberta e respirar dessa forma devido às características da sua estrutura bucal e facial.

Dentes separados

Você já reparou que existem pessoas que têm dentes separados? Geralmente esse é um problema que percebemos com mais facilidade quando atinge os dois dentes maiores da frente. Essa condição é chamada de diastema e, muitas vezes, pode ser corrigida com o uso do Aparelho Ortodôntico, para aproximar esses dentes que estão separados.

Qual é a idade certa para usar Aparelho?

Você estava se perguntando “como saber se preciso usar Aparelho” e nós apresentamos diversos sinais que podem ajudar a descobrir se ele é necessário ou não, certo? Mas talvez agora você esteja em dúvida a respeito da idade. Será que existe um momento certo para usar Aparelho?

Há quem acredite que ele é recomendado apenas para adolescentes, porém isso não é verdade. Pessoas de todas as faixas etárias podem fazer Tratamentos Ortodônticos, ou seja, ele também é indicado para adultos.

Existem diferentes tipos de Ortodontia, começando pela preventiva, feita na infância para identificar problemas logo no começo e evitar que eles se agravem. Quando não é possível prevenir, podemos corrigir esses problemas que se instalaram, o que pode acontecer durante a adolescência, idade adulta madura ou até mesmo na terceira idade.

Isso é possível porque o Tratamento Ortodôntico se tornou muito mais acessível. A Ortodontia evoluiu bastante, trouxe novas possibilidades de tratamento que atendem a diversos quadros clínicos e faixas etárias.

Inclusive, atualmente temos vários tipos de Aparelhos Ortodônticos no mercado. Aquele fixo metálico não é a única opção. Foram desenvolvidos aparelhos chamados estéticos, que são mais discretos.

Eles são confeccionados em materiais com uma tonalidade similar à do esmalte dentário, por isso não contrastam de uma forma tão intensa com o Sorriso e não afetam a aparência da pessoa enquanto ela está em tratamento.

Há até mesmo dispositivos chamados de invisíveis, como os alinhadores. Eles são confortáveis porque se encaixam com perfeição na boca, não tem bráquetes, arcos nem qualquer outra peça que gera atrito. Assim é possível fazer um tratamento discreto, confortável e eficiente, escolhendo o Aparelho que esteja de acordo com aquilo que você deseja e com seu estilo de vida.

Agora você já sabe: se vier aquela dúvida “como saber se preciso usar Aparelho”, basta analisar os seus próprios dentes, o encaixe das arcadas e possíveis sintomas. Mas não se esqueça da importância de procurar um profissional para passar por uma Avaliação completa. Afinal, existem problemas Ortodônticos que podem passar despercebidos e gerar problemas no futuro. Então conte com um profissional para acabar de vez com as dúvidas.

Como você se preocupa com a sua saúde bucal, aproveite para agendar uma Avaliação e cuidar do seu Sorriso com o time de especialistas da OrthoDontic!

Agende Sua Avaliação

E comece seu tratamento agora mesmo.

AGENDAMENTO ONLINE

DEIXE SEU TELEFONEQUE LIGAMOS PRA VOCÊ.

NOTÍCIAS SOBRE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.