Conheça as taxas cobradas pelas franquias e saiba para que servem

Todos os franqueados pagam valores específicos para participarem de uma Rede de Franquias

21/01/2019

O universo do Franchising tem diversas características específicas. Os empreendedores administram um negócio criado por outra pessoa ou um grupo, recebem todo know-how para operar a Unidade, treinamento e suporte especializado para garantir os melhores resultados financeiros. Em contrapartida há uma série de taxas que serão cobradas pelas Franqueadoras para sustentar a Rede.

Taxa de Franquia: paga quando o empreendedor ingressa na Rede. Está inserida no valor de investimento inicial e é paga uma única vez dando o direito de uso da marca, do know-how e toda a expertise da Franqueadora. Na maioria das vezes o valor da taxa de Franquia é pago após a assinatura do contrato e é válido pelo período de vigência da parceria estabelecida. Em resumo, é o preço que se paga para remunerar a Franqueadora pelo trabalho que teve para desenvolver aquele negócio que é entregue a você, também por todo o apoio que você receberá desde a abertura do negócio e que se estenderá por todo o período da parceria. Ao pagar o valor da taxa de Franquia, você ingressa na rede e tem uma Unidade para operar.

A taxa de Royalties é o valor pago mensalmente pelos Franqueados para as Franqueadoras, dando direito ao uso contínuo da marca e de todo o sistema ligado a ela. Essa taxa pode ter um valor fixo ou um percentual do faturamento do mês, cada marca tem seu modo de cobrar. Com o valor da taxa de royalties a Rede investe em novas tecnologias, produtos e/ou serviços que vão sendo inseridos no portfólio da marca. Toda novidade vinda de pesquisa e investimento em inovações fica acessível aos franqueados da rede por conta do pagamento da taxa de royalties.

Outra taxa comum é o Fundo de Publicidade, cobrado em geral por um percentual fixo sobre o valor do faturamento bruto da Unidade. Esse valor é destinado ao investimento em propaganda e marketing de toda Rede, com ações que vão promover a marca nos mais diversos meios de comunicação como rádio, TV, jornais, revistas, redes sociais e internet. As ações podem ser tanto institucionais (fortalecer a marca em si) como pontuais (ações em dadas comemorativas, lançamento de um novo produto/serviço). Este marketing compartilhado permite grandes ações e campanhas com investimento pequeno de cada Franqueado.

A taxa de Renovação é o valor pago pelo prolongamento do acordo firmado entre Franqueador e Franqueado. Ele nada mais é que a taxa para continuar operando a Unidade, entende-se por uma renovação do contrato firmado. Os valores cobrados geralmente são os mesmos da primeira vigência, com adição de juros e inflação do período.

Todas estas taxas são previamente conhecidas pelo Franqueado, pois elas constam na Circular de Oferta de Franquia (COF) e também no Contrato de Franquia que foi assinado no momento que a parceria foi firmada.

Notícias sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *