6 passos para abrir uma Franquia

Confira dicas para realizar um bom investimento no universo do Franchising

17/10/2019

Investir no Franchising é um caminho interessante para quem pensa em iniciar o próprio negócio e considera a segurança um item indispensável no processo de decisão – abrir uma Franquia significa ter em mãos um modelo de operação testado e com previsões assertivas com relação ao desenvolvimento do empreendimento. Embora o mercado de Franquias ofereça estabilidade, é preciso passar com cuidado por algumas etapas antes de assinar o contrato.

Escolha um segmento

Há muita diversidade de segmentos no universo das Franquias. Na maior parte deles, não é necessário ter formação na área escolhida para atuar. Neste caso, existem manuais e direcionamento da Franqueadora para que o Franqueado possa abrir e tocar sua Unidade. É importante realizar uma análise apurada do potencial do setor além de se “enxergar” trabalhando naquela área, mesmo que seja diversa da sua. Será a sua rotina a partir da assinatura do contrato.

A escolha da Rede

Muitas vezes o investidor escolhe a marca primeiro, independente do segmento, convencido de que um “nome” conhecido é sinônimo de futuro promissor. Neste caso, o segmento é apenas uma consequência – o que nem sempre é o melhor caminho.

Para quem escolhe determinar o segmento no início da busca, vale uma ampla pesquisa sobre as marcas da área. Avalie como as suas opções são vistas pelos consumidores, há quanto tempo estão no mercado, qual o nível de satisfação dos Franqueados, o número de Unidades que possuem, o público-alvo e se a sua cidade comporta o modelo de negócio oferecido. Tenha critério e escolha uma Rede consolidada no mercado, pois, comprar uma Franquia é comprar um know-how. Certifique-se de que este know-how teve tempo suficiente para teste e validação de sua eficácia.

Faça as contas!

As Redes de Franquias divulgam abertamente os valores necessários para a abertura de uma Unidade, portanto, não deixe de verificar se as opções pesquisadas cabem no seu bolso, ou se existem possibilidades seguras de aporte externo para viabilizar o investimento. A falta de capital de giro é indicada como um dos principais motivos pelos quais os empreendimentos quebram nos dois primeiros anos de atividade. É importante respeitar as previsões da Rede e garantir a saúde financeira do seu negócio!

Atenção à COF

Este é o documento mais importante no universo do Franchising. A Circular de Oferta de Franquia – COF contém todas as informações sobre a Franquia e deve ser analisada com muito cuidado. Estes dados são fornecidos pelo Franqueador com um prazo mínimo de 10 dias de antecedência data marcada para a assinatura do contrato e deve conter todos os detalhes do negócio e daRrede, incluindo os contatos de Franqueados e ex-Franqueados.

Se possível, faça um Test-drive

Algumas Redes convidam o candidato a Franqueado para passar um ou mais dias em uma Unidade, vendo de perto o funcionamento do negócio. É o test-drive! Vivenciar a rotina da Unidade é uma maneira de saber se você se identifica com a Rede e com a Operação.

A disponibilidade de test-drive é um indicativo de que a marca trabalha com transparência e respeita a necessidade de segurança no processo de decisão dos candidatos.

Assine o contrato!

Após seguir estes passos, você assinará o contrato com muito mais segurança e certeza da sua escolha!

Notícias sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *