Doenças cardíacas podem estar relacionadas à má Higienização Bucal

Microorganismos da boca podem estar relacionados à doenças cardíacas, infarto, diabetes e deficiências imunológicas.

16/06/2018

É comum pensarmos que as consequências da má higienização dos dentes restringem-se a complicações relacionadas à saúde bucal, como cáries e mal hálito. O que muita gente não sabe é que as bactérias acumuladas na boca podem causar danos a diversos outros sistemas do corpo humano, ocasionando ou agravando, inclusive, doenças cardíacas.

O Dr. Edmilson Pelarigo, sócio-fundador e diretor clínico da OrthoDonic, rede de clínicas odontológicas, afirma que microrganismos podem trafegar através da corrente sanguínea, chegando a outros órgãos e causando infecções. “A endocardite bacteriana é um exemplo clássico. As bactérias causadoras das cáries e lesões gengivais se instalam nos tecidos internos do coração, principalmente válvulas, causando infecções que podem levar a infarto, insuficiência cardíaca e até ao óbito” explica o especialista.

Segundo Pelarigo, a má higienização bucal pode ser nociva a outros órgãos vitais como pulmões, fígados e rins entre outros. “A odontologia hospitalar tem sido inserida nos processos de grandes hospitais. Muitas vezes a reincidência de uma infecção grave em outra parte do corpo tem como causa um problema de saúde bucal.”, ressalta.

O alerta é redobrado para diabéticos e pessoas com deficiência no sistema imunológico. Dr. Edmilson aponta as duas situações como propícias para que processos infecciosos se tornem fatais. “Pacientes com baixa imunidade ficam suscetíveis ao ataque irrestrito das bactérias e os diabéticos podem sofrer ainda mais por conta das dificuldades com cicatrização. No último caso, o “sangue doce” do paciente se torna também um ambiente potencializador para proliferação bacteriana.”, finaliza.

 

Setor de Comunicação

Agende Sua Avaliação

E comece seu tratamento agora mesmo.

AGENDAMENTO ONLINE

DEIXE SEU TELEFONEQUE LIGAMOS PRA VOCÊ.

NOTÍCIAS SOBRE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *