A importância dos indicadores (KPI) para as franquias

Os indicadores ajudam a direcionar a energia para o lugar certo, serve como um farol, um sinal

20/05/2019

Estar atento aos indicadores é fundamental para saber se o barco de fato está no rumo certo! Eles são, literalmente, a bússola de navegação do empresário. Um dos mais conhecidos no meio empresarial é o KPI, sigla para o termo em inglês Key Performance Indicator, que na nossa língua se traduz para indicador-chave de Desempenho. Para saber se o mês terminará como planejado, é preciso avaliar o desempenho diariamente.

A dica é da Consultora da OrthoDontic, Érica Saldeira. “Os indicadores ajudam a direcionar a energia para o lugar certo, serve como um farol, um sinal”, sintetiza. Para ela, olhar diariamente os indicadores é dever de casa de todo Franqueado que quer ter sucesso em sua unidade e evita gasto de energia. “Imagina ter que todos os dias olhar tudo para saber o que está certo e o que está errado. O indicador direciona a energia e o foco do empresário, contribui para que ele fique seguro e veja em que área deve atuar, onde direcionar a energia, quais pessoas podem render mais”, exemplifica.

Érica aponta que o setor de Franquias em geral é muito enxuto e tem um indicador para tudo.

Justamente por isso, a maioria das Franquias tem um sistema de gestão. “Se uma Franquia não traz indicadores em métricas é um sinal de alerta negativo”, diz Érica. Na outra ponta está o Franqueado, que precisa avaliar as métricas. “O Franqueado precisa usar estes indicadores a seu favor, na OrthoDontic até no próprio visual do sistema de gestão as cores são usadas como alerta, para ficar fácil visualmente e identificar pra onde a empresa está indo”, descreve.

A avaliação diária do KPI permite corrigir falhas e atingir as metas. “Os indicadores existem para trazer segurança ou despertar para ação, são para incomodar mesmo, para alertar. Não dá para gerir um negócio sem olhar para os indicadores”, atesta.

Quando se pensa em Franquias, há vantagens no que se refere à análise dos dados e ação. “O Franqueado deve contar com o apoio do Consultor de Campo contar com o suporte de alguém que tem experiência do negócio. Este é um diferencial do Franchising, o Franqueado nunca está sozinho na gestão”, finaliza Érica.

Notícias sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *