Idioma: Franchising

Vai investir em franquias? Conheça alguns dos termos mais usados e fique por dentro do universo dos negócios

22/06/2018

Negócios costumam ter uma terminologia própria, um vocabulário que explica o modo de operar, de atuar, de ser. E isso não é diferente no Franchising que tem seu próprio idioma. PayBack, COF e Royalties são algumas destas palavras que precisam estar na ponta da língua de quem quer entrar para uma Franquia. Vamos a cada uma delas, começando pelos básicos Franqueador e Franqueado!

Franqueadora é a empresa que expande o seu negócio por meio do Franchising. Ela tem todo o conhecimento do negócio e concede o direito de uso da marca a terceiros, dando suporte e orientação durante todo o tempo em que a parceria perdurar.

O Franqueado é a pessoa física ou jurídica que vai usar de uma marca, ingressando na Rede que ela incorpora. Por contrato, ele obtém o direito de operar Unidades daquela Franquia, utilizando sua marca, know-how e todo o suporte disponibilizados pelo Franqueador.

A famosa COF é a Circular de Oferta de Franquia, um documento formal de extrema relevância que precisa ser entregue pelo Franqueador ao candidato a tornar-se franqueado com no mínimo 10 dias antes da assinatura de qualquer documento (Contrato ou Pré-Contrato).  O artigo 3º da Lei de Franquia (Lei  8.955/94) trata deste assunto e traz todos os termos que a COF precisa ter.

Royalties é um valor pago pelo Franqueado pela manutenção dos direitos de uso de uma Franquia, incluindo o uso da própria marca e todo o suporte da Rede. A forma de cobrança varia, podendo ser um valor fixo mensal ou um percentual das vendas. Há algumas Redes que não cobram este valor. Todos estes detalhes constam na COF.

Payback é o tempo de retorno de um investimento, ou seja, em quantos meses você terá o valor empregado no negócio de volta baseado no valor mensal de faturamento daquele negócio. É muito importante saber dessa estimativa quando se vai abrir um negócio e as Franquias dão essa informação.

Taxa de Publicidade e Propaganda. Este é outro valor que costuma ser cobrado mensalmente das Unidades Franqueadas e é com ele que a Rede faz todo o trabalho de marketing e divulgação da marca.

Capital Inicial é o valor que você precisa ter para começar o negócio. Em geral ele inclui a compra do direito de explorar a marca, as instalações e estrutura inicial, produtos e insumos necessários para abrir as portas.

Já o Capital de Giro é o montante que você terá que ter em caixa para cobrir os gastos do dia a dia do negócio. Mensalmente haverá despesas como salários, encargos, luz, água, dentre outras que estão inclusas no capital de giro.

A Rentabilidade é o percentual que você terá de lucro dentro do faturamento mensal. As Franquias costumam ter esse dado baseado na experiência das Unidades em operação. Franquias de alta rentabilidade são excelentes opções de investimento.

Estes são alguns dos termos do Bê-á-Bá do Franchising; este universo rico e promissor para se investir.

OrthoDontic

Notícias sobre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *